Professores penduram bengalas em frente ao Ministério

Postado Mai 18, 2017

Durante o protesto, a jornalista Rita costa conversou com um professor que preencheu um dos postais. Nalguns casos seriam precisos 50 anos de serviço para que isso acontecesse.

A realização de uma greve em Junho, durante a época de exames, continua a ser admitida pela Fenprof, caso não haja resposta da tutela aos pedidos de negociação desta e de outras matérias.

Neste Dia Nacional de Luta dos Professores, nas escolas é a data limite para a aprovação de Moções a enviar aos grupos parlamentares, exigindo a resolução dos problemas é também o inicio do debate sobre as lutas a desenvolver em Junho, caso o Ministério da Educação não responda às questões suscitadas.

Esta quarta-feira é dia nacional de luta dos professores, que querem respostas sobre descongelamento de carreiras, regime de aposentação e horários de trabalho.

Amanhã, a concentração de professores e a entrega dos postais no Ministério da Educação estão previstas para as 11h30 e, à tarde, a FENPROF irá marcar presença nas galerias da Assembleia da República para acompanhar o debate sobre a petição. Diz que "há muitos poucos professores jovens nas escolas", mas considera que os alunos "tem direito a professores também mais jovens, mais disponíveis".