Botafogo bate Chapecoense em Santa Catarina

Postado Junho 20, 2017

Embora tenha brigado com seu companheiro de equipe, o zagueiro mostrou sensatez ao falar com a imprensa após a partida e mostrou que o foco já está voltado para o difícil duelo contra o Flamengo, fora de casa, na próxima quinta-feira.

A partida começou truncada e equilibrada, com a Chapecoense tentando a sorte nas bolas aéreas e o Botafogo não se intimidando em jogar na casa do adversário. Na quarta, o Botafogo recebe o Vasco da Gama, também às 21 horas, no Nilton Santos.

O técnico alvinegro também fez questão de elogiar a atuação de Rodrigo Pimpão, que teve que atacar, mas também acompanhar as avançadas do lateral Apodi, considerado por Jair como incansável.

Em contra-golpe rápido, Pimpão deu linda bola para Bruno Silva na entrada da área pela direita. Na Arena Condá, pelo Brasileirão, já são 9 pontos conquistados em quatro partidas.

A expectativa era que a Chapecoense começasse o segundo tempo pressionando em busca do empate, mas levou um balde de água fria aos oito minutos. Com o placar adverso, o CRB começou o segundo tempo no campo de ataque.

"Estamos no caminho certo, trabalhando muito para fazer um grande Campeonato Brasileiro". Os gols foram de Roger e Rodrigo Pimpão. Pecando na organização em alguns lances e esbarrando na zaga botafoguense em outros, o time catarinense acabou criando pouco e viu os visitantes administrarem a vitória sem maiores ameaças. João Paulo fará o papel de armador. O Botafogo respondeu já no minuto seguinte, e foi quase fatal. Apodi foi lançado, invadiu a área e encheu o pé para a defesa do goleiro alvinegro.

Com a Chape tentando achar espaços com bolas aéreas para diminuir o prejuízo e o Botafogo mantendo a posse de bola e arriscando em alguns contra-ataques, o jogo foi até os 50 minutos sem mais nenhuma mudança no placar.

O provável time a ser escalado por Ventura será o mesmo que empatou contra o Vitória em 2 a 2, na última rodada: Gatito, Arnaldo, Carli, I.Rabello e Víctor Luís; R.Lindoso, B.Silva, M.Fernandes e J.Paulo; R.Pimpão e Roger.