Casal e filho morrem após caírem dentro de cratera de vulcão

Postado Setembro 14, 2017

Um menino de 7 anos viu os pais e o irmão mais velho morrerem após caírem na cratera do vulcão Solfatara, na cidade italiana de Pozzuoli. A imprensa local disse que o menino de 11 anos foi além da cerca e caiu na cratera.

Quando seus pais tentaram puxá-lo de volta para a área de segurança, parte da cratera entrou em colapso e eles caíram em um buraco de três metros. O outro filho do casal, de sete anos, apercebeu-se da situação e foi pedir ajuda.

Armando Guerriero, dono do bar que se encontra na entrada do local turístico, diz que a criança "estava a chorar e a chamar pela mãe".

As autoridades estão investigando o acidente e ainda não sabem se as mortes foram causadas pela queda ou pelos gases que saem do vulcão. "Nos 40 anos que trabalhei aqui, nunca tinha visto nada assim", conta.

As vítimas são Tiziana Zaramella, de 42 anos, Massimiliano Carrer, de 45, e o seu filho de 11 anos Lorenzo, que eram naturais de Turim mas viviam atualmente perto de Veneza. "Ou ocorreu uma pequena explosão ou o chão simplesmente cedeu com o peso deles", afirmou um porta-voz do corpo de bombeiros.

Solfatara di Pozzuoli é um dos vários vulcões a oeste de Nápoles, muito popular entre os turistas. De acordo com o vulcanólogo Giuseppe Mastrolorenzo, quando a situação atingir o nível vermelho - o mais perigoso - não será possível salvar a população se não existir um plano oficial concreto de evacuação ou, pelo menos, recomendações gerais para coordenar o processo. O vulcão entrou em erupção pela última vez em 1198.