Um morto em troca de tiros entre polícia e suspeitos de assalto

Postado Novembro 15, 2017

Tudo começou pelas 03h00 na zona da Cova da Piedade, em Almada, quando dois assaltantes explodiram um Multibanco localizado na Avenida Bento Gonçalves.

Uma mulher morreu, esta quarta-feira de madrugada, depois de ter sido atingida por um disparo acidental, na sequência de um tiroteio entre a polícia e assaltantes.

Um assalto a um multibanco em Almada originou uma perseguição policial e um tiroteiro, na Segunda Circular, em Lisboa, tendo originado a morte de uma mulher que estava a circular naquela via e não estava relacionada com a situação.

Perseguição em Lisboa: condutor tentou atropelar polícias

A notícia, recorde-se, foi inicialmente avançada pelo diário Correio da Manhã. Foi aí que ocorreu a troca de tiros entre as autoridades e os assaltantes. A vítima, que seguia no lugar do pendura de um carro, morreu com um tiro no pescoço. A PSP viu um carro um carro com as mesmas características descritas pelas testemunhas do assalto e persegui-o pela Segunda Circular. Outra viatura, que terá sido confundida com o carro dos assaltantes por ser da mesma marca e da mesma cor, foi mandada parar. Contudo, ainda não é conhecido o motivo que levou o condutor a ignorar as ordens da polícia na rotunda do relógio.

Quando a viatura com as mesmas características se aproximou da barreira foi-lhe dada ordem de paragem, mas esta não foi cumprida o que, sabe o Notícias ao Minuto junto de fonte policial, levou a que os agentes disparassem na direção da viatura.

Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica confirmou a morte de uma mulher, baleada, e adiantou que o óbito foi declarado no local, próximo das bombas de combustível da Encarnação.