Bolsa de Futuros nos EUA vai negociar bitcoin a partir de domingo

Postado Dezembro 07, 2017

A Chicago Board Options Exchange (CBOE) também recebeu a aprovação da Comissão de Negociação de Futuros de Mercadorias dos Estados Unidos (CFTC) para listar contratos de futuros de bitcoin em sua plataforma e já anunciou o início da negociação para o dia 10 de dezembro. Já no próximo dia 18, o Chicago Mercantile Exchange deverá apresentar seu próprio contrato de futuros Bitcoin, BTCUSD. No caso do Reino Unido, por exemplo, o governo anunciou que está planejando inserir regulamentos mais rigorosos para as criptomoedas, segundo o anuncio, tudo com o objetivo de combater o crime, evitar a evasão de divisas e a lavagem de dinheiro, digamos que a mesma ladainha de sempre, como se isso nunca houvesse sido feito antes de diversas outras maneiras, usando de gado a taxis.

De acordo com analistas norte-americanos, os dois contratos de futuros sobre as principais bolsas trarão um novo tipo de investidor para o mercado de cryptografia, o que em si tem grandes implicações: legitima o Bitcoin e simplifica muito o processo de obtenção de exposição ao Bitcoin, tanto para investidores de varejo como institucionais.

Contratos futuros oferecidos em uma bolsa profundamente regulamentada podem oferecer a investidores individuais a oportunidade de entrar no universo do bitcoin sem correr alguns dos riscos associados à negociação e manutenção em carteira do ativo subjacente.

O CBOE Global Markets está dando um salto à frente do CME em um esforço para se tornar o primeiro a lançar futuros de bitcoin. A presença desses novos participantes no mercado irá melhorar a liquidez, amortecerá a volatilidade e tornando a negociação de Bitcoin mais ordenada. As negociações começarão, sob o símbolo "XBT", às 21h (de Brasília) e serão livres até dezembro.

O lançamento de futuros de bitcoin é um passo significativo para a legitimação da moeda digital que atrai a atenção de diversos empresários de tecnologia e muitas vezes associada a atividades ilegais em mercados online.

O Bitcoin aumentou mais de 1.000% este ano para mais de US$ 11.000, aumentando o interesse dos investidores institucionais.

Na manhã desta quarta-feira (6), o valor de mercado total do bitcoin atingiu US$ 200 bilhões pela primeira vez, nas contas da CoinMarketCap.