Chance The Rapper critica a representação do racismo em "Bright", da Netflix

Postado Dezembro 30, 2017

Bright, o novo filme de David Ayer com Will Smith e Joel Edgerton, teve uma audiência de mais de 11 milhões nos Estados Unidos em seus três primeiros dias na Netflix [via Variety].

Seja sempre o primeiro a saber. A história se passa em uma realidade paralela em que seres como Orcs e Elfos vivem junto dos humanos, e segue a história de um policial (Will Smith) que tem um Orc como parceiro de trabalho.

Utilizando esse universo diferente, o longa chega a tocar em questões sociais utilizando os Orcs como alegorias para questões raciais presentes em nossa sociedade - em especial, durante uma cena onde um Orc é linchado. No entanto, segundo Chance The Rapper, essa representação não foi bem executada.

Bright já está disponível na Netflix.

O filme pode se tornar um sucesso de público, já que apesar de ter recebido diversas avaliações negativas de críticos ao redor do mundo, o longa possui 88% de aprovação da audiência no Rotten Tomatoes. Todavia, 89% dos usuários do site afirmaram que gostaram do filme.