De virada, seleção bate o Japão e vence a primeira em Barueri

Postado Mai 17, 2018

Brasileiras e alemãs estão no mesmo grupo da Sérvia e do Japão na primeira semana da competição.

Zé Roberto também aproveitou para destacar que as opções no elenco permitem a elaboração de diferentes estratégias, ressaltando ainda que não escolheu as jogadoras que iniciarão a partida contra a Alemanha, às 15h05 (horário de Brasília) desta terça-feira, que marca a estreia do Brasil no torneio.

Depois de perder para a Alemanha, o próximo jogo de vôlei feminino da seleção brasileira é contra o Japão. A TV Globo e o SporTV 2 transmitirão ao vivo.

"A partida de hoje fugiu um pouco do nosso controle". Sabemos que esse foi o primeiro jogo da temporada. Ficamos tristes com o resultado, mas ainda temos muita competição pela frente.

O treinador José Roberto Guimarães pediu uma melhora no sistema defensivo do time brasileiro.

“A gente podia ter atuado melhor, ido mais para cima do time da Alemanha. Quando a relação bloqueio-defesa não ajuda, a gente começa a sentir um pouco mais o jogo, foi o que aconteceu hoje”, disse o treinador do Brasil.

A lista de convocadas por José Roberto para a Liga das Nações conta com as levantadoras Roberta, Macris e Dani Lins; as opostos Tandara e Monique; as ponteiras Gabi, Rosamaria, Drussyla, Amanda e Natália; as centrais Carol, Bia, Adenízia, Mara e Thaisa; e as líberos Suelen, Jaqueline e Gabi Guimarães.

Depois da Liga das Nações, a seleção feminina disputará outras três competições em 2018: Copa Pan-Americana entre os dias 6 e 15 de julho, Montreux Volley Masters, entre os dias 4 e 9 de setembro, além do Campeonato Mundial de 29 de setembro a 20 de outubro.

Alemanha: Hanke, Fromm, Geerties, Lippmann, Scholzel e Grunding.