Moro recebe prêmio "Pessoa do Ano" nos EUA

Postado Mai 17, 2018

A foto foi feita em Nova York, em um jantar oferecido pela Câmara de Comércio, no qual Moro foi condecorado com o título de Personalidade do Ano -mesma homenagem que Doria recebeu ano passado.

O juiz afirmou que recebeu o prêmio por entender que é um reconhecimento a todo o Judiciário.

Dias depois de ter declarado à revista Cruzoé que se arrepende da foto em que aparece sorrindo ao lado do senador Aécio Neves, investigado na Lava Jato, Sergio Moro posou para uma foto ao lado do também tucano João Doria, ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato ao governo do estado. "A azul poderia ser o PSDB ou até o Partido Democrata".

Além de Gleisi, o líder da bancada do PT na Câmara Paulo Pimenta (PT-PR) também se manifestou observando que "ao lado de Doria, Moro é tomado pela vaidade e soberba". Ele optou pela vermelha, que é a cor do logotipo do Lide. Na entrada do evento, que ocorreu no Museu de História Natural de Nova York, Moro foi alvo de protestos em que foi acusado de praticar 'lawfare' - uma perseguição judicial que visa retirar o ex-presidente Luiz Inácio Lula das eleições presidenciais de 2018 (leia mais). "Se um dia sair da magistratura, eu posso tentar atuar nesta área". "O STF tomou decisões importantes para a melhora do quadro institucional no País", disse.

A festa seguiu-se a mais uma das inúmeras homenagens promovidas nos EUA ao magistrado brasileiro desde que ele ficou famoso ao comando da Lava Jato.

"Há um quadro de mudança sobre o combate da corrupção, que deve ser permanente". Também destacou que aceitou o prêmio porque significar que "o setor privado, em geral, apoia o movimento anticorrupção". "Temos de fortalecer a democracia e é impossível isso com corrupção e impunidade".

O juiz da Vara Federal de Curitiba ressaltou ainda que a democracia brasileira, a despeito dos riscos de eventuais retrocessos, está a salvo e continua no caminho certo.